Saretta alerta para a falta de medicamentos e avanço da Covid 19 em SC

O deputado Neodi Saretta alertou, durante a sessão na Assembleia Legislativa desta quinta-feira (06), que o kit intubação e anestésicos utilizado nas UTIs em pacientes com Covid-19 estão em falta nos hospitais, enquanto os casos da doença avançam em Santa Catarina. “Temos que aumentar as medidas de controle para evitar que mais pessoas sejam contaminadas”.

Ele reiterou que é fundamental que o Ministério da Saúde centralize as compras dos medicamentos, em quantidade suficiente para suprir a demanda e distribua para a Secretaria Estadual da Saúde que, por sua vez, forneça os medicamentos aos hospitais para que façam frente à pandemia. Esse assunto, inclusive, já foi tema de reunião que teve a participação de Saretta com o Ministério da Saúde.

O deputado relatou uma conversa que teve com o diretor de um hospital que revelou que a medicação, nas condições que a instituição estava naquele momento, daria para cinco dias de tratamento. “Ontem eu falei com o administrador e ele disse: ‘hoje eu estou respirando melhor que a semana passada, pois quando você falou comigo eu tinha anestésico para 24 horas e hoje eu tenho para cinco dias’. Para cinco dias apenas? Isso é inadmissível”.

Saretta disse que a situação é bastante preocupante e que não dá para adotar o discurso de que mais leitos resolvem tudo. Segundo ele, pode chegar o momento que não terá equipes suficientes para o atendimento, por isso é fundamental buscar ações que previnam e evitem o contágio para evitar que mais pessoas cheguem às UTIs.

“Não está tudo bem, não, se as pessoas estão se contaminando. Temos que adotar medidas que ajudem a diminuir a contaminação, que está muito grande. Estamos no auge da pandemia no estado e não podemos esquecer que ontem (05) foi um dia de recorde de mortes (71). É um momento realmente grave, delicado e é fundamental que todos os esforços sejam tomados”, ressaltou o parlamentar.

Compartilhe
Twitter
Visit Us
Follow Me
Instagram
Siga o PT
LinkedIn
Share
Sem comentários

Deixe seu comentário