Pe. Pedro critica Exército por doações sem condições de uso para aldeia Xokleng

O deputado estadual Padre Pedro Baldissera disse, esta semana, no Plenário da Alesc, que foi surpreendido com as reclamações da aldeia indígena Xokleng, em José Boiteux, em relação ao Exército brasileiro. Segundo ele, a instituição doou 50 colchões completamente deteriorados, camas sem estrutura, cobertores sujos e rasgados e sem qualquer informação sobre procedência.

“Recebemos imagens feitas pelas lideranças da aldeia mostrando que o material enviado não tem qualquer condição de uso. O temor é que possa estar contaminado”, disse. Padre Pedro informou que, a exemplo de outros indígenas no Brasil, eles solicitaram o suporte do governo Federal para estruturar um espaço para isolamento dos que tiveram diagnóstico positivo para Covid 19.

Somente nesta área, são 102 casos confirmados da doença e dois óbitos, quantidade preocupante. “E o que agrava ainda mais o problema é que o número está crescendo sem que eles tenham uma estrutura para isolar estas pessoas.”

O parlamentar apelou para a que a Funai e o governo federal se reúnam com as lideranças das aldeias indígenas de Santa Catarina e ouçam as suas reivindicações. “É muito triste que, diante de um contexto tão difícil, tenhamos populações completamente abandonadas.”

 

Compartilhe
Twitter
Visit Us
Follow Me
Instagram
Siga o PT
LinkedIn
Share
Sem comentários

Deixe seu comentário