Luciane defende reivindicações dos trabalhadores da educação

A deputada estadual Luciane Carminatti (PT/SC) se solidarizou, ontem (23), durante pronunciamento na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, aos trabalhadores da educação, que na última terça-feira (22) realizaram manifestação em frente ao Centro Administrativo do Governo do Estado. As reivindicações da categoria são o abono das faltas dos servidores em greve em 2012, 2015 e 2017, o reajuste do Piso Nacional do Magistério de 6,81% na carreira e do vale Alimentação.

“Esta pauta é permanente, por isso estamos sempre vigilantes”. Segundo Luciane, a categoria amarga congelamento e perdas consideráveis de remuneração. Ela disse que foi aprovado na Alesc em 2017 o abono das faltas, mas o governo ameaça entrar com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) alegando impacto financeiro. A deputada argumentou que o dinheiro que o governo diz ter que desembolsar é do Fundeb e, portanto, pertence aos professores. “Se há um plano de carreira que prevê progressão e o governo a retira porque mantém a falta injustificada, significa que está confiscando este recurso ao não devolver aos profissionais de educação”, explicou. Luciane espera que o governador respeite a decisão do parlamento catarinense, referendado por duas vezes, e corrija a arbitrariedade.

Compartilhe
Facebook
Facebook
Instagram
Siga o PT
Google+
https://ptsc.org.br/2018/05/25/luciane-defende-reivindicacoes-dos-trabalhadores-da-educacao/
LinkedIn
Sem comentários

Deixe seu comentário