HomeNotíciasNota de Falecimento!

Nota de Falecimento!

Nota de Falecimento!

A TRISTE DESPEDIDA DE UM COMPANHEIRO

Faleceu na madrugada desta terça-feira (29) o companheiro Lédio Rosa de Andrade, deixando esposa, três filhas e uma neta. O ex-desembargador tinha apenas 60 anos, e era natural do município de Tubarão (SC), mas morava em Florianópolis há muitos anos.
O vitorioso companheiro Lédio, que conquistou a militância com sua robusta biografia, mas inigualável simplicidade e considerável respeito, foi vencido por uma bactéria instalada na válvula mitral de seu coração, que resultou num infarto.

Há poucos dias, bastante confiante numa recuperação, Lédio enviou mensagem para a executiva estadual do PT, avisando que em breve estaria na luta, após vencer essa batalha. Infelizmente sucumbiu à briga biológica, mas deixou um especial e honroso legado de vida vitoriosa, na justiça e na política.

Acometido pelo vírus da poliomielite, quando tinha apenas 2 anos de idade, Lédio carregou consigo as dificuldades no andar, mas que não o impediram de ir longe. Foi o juiz mais jovem do país, com apenas 23 anos de idade, assumindo em diversas comarcas, encerrando sua carreira como desembargador no último ano. Era professor universitário (UFSC), e em outras universidades, como no CESUSC, onde deixou memoráveis trabalhos que continuarão sendo pesquisados pela academia e pelo judiciário. Pela Universidade de Barcelona, formou-se doutor em Filosofia Jurídica, Moral e Política, pós-doutor em Direito e doutor em Psicologia Clínica e da Saúde.

O companheiro Lédio, logo após encerrar a carreira na magistratura, filiou-se ao PT, tendo sua ficha assinada pelo filiado mais ilustre, o ex-presidente da república, Luiz Inácio Lula da Silva, em março do ano passado. Lédio foi nosso candidato a senador nas últimas eleições (tendo como suplentes o ex-deputado federal e estadual Vânio dos Santos e o ex-presidente do PT de Joinville/SC, companheiro Irio Corrêa), na chapa majoritária ao lado da ex-senadora Ideli Salvatti e do candidato a governador, o deputado federal Décio Lima e seu vice, Kiko, ex-prefeito de São Domingos/SC. Essa disputa, apesar de não vitoriosa eleitoralmente, deixou-o bastante contente e resolvido a continuar na luta, conforme relatava.

As últimas homenagens a este valoroso companheiro serão na Capela do Crematório do Vaticano, ao lado do Cemitério do Itacorubi (Florianópolis/SC), hoje (29), das 15h às 21h. Logo após será a cremação de seu corpo. Mas sua memória jamais desaparecerá, e permanecerá viva, como uma centelha de esperança, na cabeça e no coração de muitos que acreditam e lutam por um mundo melhor

Encerramos esta nota com palavras recorrentes nas falas de Lédio: “A democracia não permite atos fascistas. Fascismo não é um nome apenas, é uma forma de agir. Estou envergonhado com uma parte da magistratura, que vem avalizando absurdos, avalizando terrorismo de estado que estão sendo praticados por parte da polícia e do ministério público. É um erro da associação de juízes, seja a catarinense ou a brasileira, defender que o juiz está acima do humano, que o juiz pode livremente praticar excesso. Nós estamos criticando o excesso, o absurdo, o fundamentalismo, a ilegalidade e até o crime. ”

LEDIO PRESENTE!

Décio Lima, Presidente do PT/SC
Murilo Silva, Secretário estadual de comunicação do PT/SC.

Compartilhe
Sem comentários

Deixe seu comentário