HomeNotíciasSaretta discute soluções para evitar redução de recursos à saúde aos municípios

Saretta discute soluções para evitar redução de recursos à saúde aos municípios

Saretta discute soluções para evitar redução de recursos à saúde aos municípios

O deputado estadual Neodi Saretta (PT/SC) discutiu na manhã desta terça-feira (03), durante audiência pública promovida pela Comissão de Saúde da Alesc, sobre as Perspectivas e Consequências da Portaria 2.979/2019, que estabelece novo modelo de financiamento de custeio da atenção primária. O deputado disse que sua maior preocupação é encontrar soluções para que não haja redução de repasses aos municípios, especialmente na atenção básica. Segundo ele, somente com a PEC do teto dos gastos, a redução do financiamento foi de 15,77% para 13,54% da receita da União, o equivalente a uma redução de R$ 20 bilhões em investimentos entre 2017 e 2019. “Nosso objetivo é fortalecer o Sistema Único de Saúde (SUS) e qualquer mecanismo que reduza recursos vem na contramão destes esforços”, salientou.
O presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Santa Catarina (Cosems/SC), Alexandre Lencina Fagundes, acrescentou que não haverá concordância com nenhum decréscimo de recursos aos municípios, que já estão sobrecarregados. Segundo ele, 40 dos 295 municípios catarinenses vão sofrer redução de repasses com a implantação do novo modelo. O promotor de Justiça, Douglas Roberto Martins, do Centro de Apoio Operacional dos Direitos Humanos e Terceiro Setor (CDH), afirmou que a atenção primária e a prevenção ganham mais importância, ainda, neste momento em que os recursos não são suficientes para as demandas de média e alta complexidade. A audiência pública contou com a presença de várias autoridades, gestores, operadores do SUS.

Foto: Eduardo Guedes de Oliveira/Agência AL

Compartilhe
Twitter
Visit Us
Follow Me
Instagram
Siga o PT
LinkedIn
Share
Sem comentários

Deixe seu comentário