Fabiano chama a atenção para denúncia da Intercel sobre presidente da Celesc

O deputado estadual, Fabiano Da Luz, chamou a atenção do governo do Estado e da Assembleia Legislativa (Alesc) para a acusação da Intersindical dos Eletricitários de Santa Catarina (Intercel) de que o atual presidente da Celesc permaneceu um ano vinculado a uma empresa privada concorrente e mesmo assim se manteve no cargo da estatal. Diante deste fato, um dos conselheiros, Leandro Nunes, representante dos servidores, fez uma denúncia, que foi levada ao Ministério Público, TCE, Alesc, entre outros órgãos, sobre o conflito de interesses na manutenção do executivo na companhia catarinense.

A denúncia, no entanto, resultou na “operação abafa”, capitaneada por um dos maiores acionistas da companhia. “Demitiram o conselheiro e agora estão tentando ‘abafar’ a situação e fazer de conta que nada está acontecendo”, disse Fabiano. Segundo o deputado, é preciso que o governo do Estado se manifeste, porque é nítida a intenção da conveniência e o caminho percorrido para levar à privatização. “É algo muito sério, um debate que a Alesc precisa estar atenta, porque o governo está deixando correr frouxo, sem nenhum controle e a Celesc, que é tão importante, que tem um trabalho sério e destacado, não pode sofrer esse desgaste. A falta de ética está sob julgamento”, salientou.

Foto: Rodolfo Espínola/Ag. AL

Compartilhe
Twitter
Visit Us
Follow Me
Instagram
Siga o PT
LinkedIn
Share
Sem comentários

Deixe seu comentário