Emenda para UDESC garante projetos para geração de renda e fixação dos jovens no campo

Uma emenda de R$ 150 mil destinada pelo deputado Padre Pedro Baldissera para a Udesc/Lages garantirá a execução de projetos que reforçam estratégias de renda e para fixação dos jovens no campo, com perspectivas em diversas áreas. A ideia foi apresentada ao parlamentar ainda no Seminário Estadual de Agroecologia, em 2019, no município de Rio do Campo, por alunos e professores das escolas 30 de Outubro e 25 de Maio, localizadas em assentamentos da reforma agrária nos municípios de Lebon Régis e Fraiburgo.
Os projetos foram desenvolvidos pela UDESC de Lages, que recebeu os recursos para atuar em conjunto com as escolas e comunidades dos dois municípios. “Já temos um projeto muito interessante com a UDESC, que é o Observatório Catarinense de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde, e quando os alunos e professores das escolas nos procuraram, buscamos a UDESC para viabilizar o trabalho”, explica o deputado Padre Pedro.
A estratégia utilizada é criar nestas duas escolas campos experimentais para que as comunidades possam conhecer tecnologias e replicá-las nas famílias, multiplicando projetos que vão desde a produção agroecológica e tecnologias sociais sustentáveis, até a cultura. “Isso envolve biodigestores para produzir gás de cozinha, compostagem, fortalecimento da produção orgânica e agroecológica, a partir da Escola 25 de Maio fortalecimento das ações de cultura, com a Escola 30 de Outubro, que é muito forte e tem todo um trabalho voltado ao Contestado reconhecido nacionalmente”, observa Padre Pedro.
O recurso permitirá à UDESC não só viabilizar equipamentos para que as escolas possam desenvolver suas atividades, mas participar de todo processo de produção e multiplicação de conhecimentos fundamentais para a sustentabilidade, a fixação dos jovens no campo e o reforço de estratégias de renda para as famílias da agricultura. “E é muito importante destacar o trabalho de excelência das duas escolas dos assentamentos, que surgira da luta pela terra e já receberam prêmios na área de educação do campo”, complementou Padre Pedro. e fixação do jovem no campo.
O parlamentar observa que, também em conjunto com a UDESC, estão sendo preparados diversos cursos para qualificação dos alunos e de famílias de agricultores, envolvendo inclusive ações dirigidas aos professores, para que possam multiplicar saberes em diversas áreas da ciência. “O resultado disso são tecnologias sociais e ações de cultura e educação que tem um impacto profundo e de longo prazo nos municípios”, afirmou.

Compartilhe
Twitter
Visit Us
Follow Me
Instagram
Siga o PT
LinkedIn
Share
Sem comentários

Deixe seu comentário